Minha lista de blogs

domingo, 23 de março de 2014

TelexFree: Divulgadores ocupam escritório nos EUA; revoltados pedem explicações


Divulgadores da Telexfree nos Estados Unidos foram até um escritório da empresa buscar explicações após mudanças no sistema de remuneração. As alterações foram feitas após o governo de Massachusetts confirmar que a companhia está sob investigação.

 
Vídeo divulgado nesta segunda-feira (17) numa rede social por um divulgador mostra Steve Labriola, diretor da Telexfree, pedindo para os divulgadores deixarem o escritório da empresa. As imagens foram divulgadas primeiro pelo blog BehindMLM, especializado em pirâmides financeiras. Não está claro em que dia elas foram feitas. 
 
 
“[Uma atendente] me disse que não se podia andar aqui e eu quis vir rapidamente e dizer que, se é a coisa da recompra, por favor, apenas saiam porque nós estamos cuidando de vocês. Não precisam se preocupar”, disse Labriola no vídeo.
 
 
A recompra era um método usado para fazer créditos semanais nas contas dos divulgadores da Telexfree. Labriola disse que o sistema foi abandonado, mas que todos os divulgadores podem continuar a contar com o dinheiro que lhes é devido.
 
 
“Vocês não precisam ficar aqui. Tudo vai retornar aos seus escritórios virtuais até o fim da semana”, disse. “Sério, é só uma conversão, uma mudança.”
 
 
Ainda segundo o vídeo, Labriola admitiu que a empresa tem passado por “alguns percalços”, mas pediu para que os divulgadores não se preocupem pois “nós vamos dar tudo o que prometemos a vocês.”
 
 
No início deste mês, o governo de Massachusetts confirmou haver investigações contra a Telexfree no Estado – apontada como sede mundial da empresa e patrocinadora do Botafogo de Futebol e Regatas. Caso encontre irregularidades, a autoridade pode proibir a atuação local dos negócios, o que atrairia também a atenção de órgãos federais.
 
 
A reportagem entrou em contato com representantes da Telexfree, INC. por e-mail, mas não obteve resposta até a conclusão desta reportagem
 
 
Ruanda ataca atividades da empresa
 
Nesta segunda-feira (17), o governo de Ruanda anunciou o banimento de um braço local do negócio, após uma investigação concluir que “as atividades da Telexfree Rwanda LTD. se assemelham a uma pirâmide financeira que pode facilmente ser usada para prejudicar o sistema financeiro e lavar dinheiro.”
 
Com o comunicado do país africano, somam sete os locais em que as atividades da Telexfree causaram alertas. Além de Brasil e Estados Unidos, o Banco Central do Peru, a Associação de Defesa do Consumidor de Portugal e a Polícia da Ilha de Jersey – território britânico – orientaram as populações a não investirem no negócio. Na República Dominicana, o Ministério Público iniciou apurações preliminares.
 
Os representantes da Telexfree sempre negaram qualquer irregularidade, e divulgaram nota para informar que o Ministério Público não instaurou investigação contra a Telexfree da República Dominicana. Sobre a pressão dos divulgadores americanos, mostrada no vídeo, a empresa não comentou.
Fonte/cenariomt.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

Seguidores

Google+ Seguidores

Google+ Badge