Minha lista de blogs

  • Astrologia e Poder - *Astrologia e Poder - LIVRO UMBANDA ASTROLÓGICA; COMPRE O SEU AQUI...* "Nenhum homem está submetido a outro homem, mas pode estar submetido a ele polit...
    Há um dia

domingo, 20 de abril de 2014

Insegurança: se tá ruim com a PM, ficaria pior sem ela!

Felizmente a greve da polícia militar foi breve. Pouco menos de 36 horas, mas surgiu com a força de um furacão que causou pânico na região metropolitana de Salvador e no interior do estado, gerando saques, convulsionando o comércio e, pior, a greve deixou no seu rastro 52 homicídios, somente na região metropolitana, e um número desconhecido no interior baiano. Além do quê, disseminou medo na população, e um incalculável prejuízo em todos os segmentos.

Mais uma greve de policiais militares na Bahia e deu pra avaliar a gravidade de certas coisas. A primeira coisa é que se é ruim com a PM, pior sem ela. Por isso aquele papo furado da ONU que é o órgão mais inútil e incompetente do mundo, não passa de papo furado. Essa história de querer acabar com a PM é coisa de idiota que tem uma noção errada de segurança pública. Triste de nós se não fossem os policiais militares, agindo com péssimos salários em nosso país! Se tem milicias, se tem maus policiais ou despreparo, a culpa é do próprio estado. Basta criar mecanismos de combates a isso. Além de investir no melhor preparo das tropas, escolher bons comandantes e investir como se deve na segurança pública, inclusive nos foruns, presídios e delegacias. Fazer parcerias com o poder judiciário pra que ele deixe de ser tão moroso, inclinado a impunidade e tão fechado.

Na verdade, a culpa pela insegurança neste país, não é da PM, é de todo sistema. Até mesmo o MP precisa ser reformulado, trabalhar com mais vontade e com maior eficiência. Notamos bem aqui no interior, o péssimo trabalho ou trabalho nenhum com promotores fazem pra evitar a corrupção dos prefeitos e pra fiscalizar o poder público. Então não joguem culpa apenas na PM. Além disso, o código penal precisa ser mudado já. Chega de impunidade. Mas, não só as leis, mas, o poder judiciário, vemos que a maioria dos juízes são inclinados a impunidade, com um stigma ou sombra da ditadura, criou-se um inconsciente coletivo no poder judiciário, onde não querem condenar bandidos como se deve.

Quando se critica o poder judiciário, colocam como escudo as leias, mas, sabemos que certos casos são julgados com rapidez de um flash enquanto outros dormem nas gavetas dos tribunais. Então não coloquem culpa nas leis apenas. Também vemos casos idênticos julgados de forma diferente, quando o réu é poderoso. Por isso precisamos de juízes, mais fortes, mais independentes e o julgamento do Mensalão mostrou que a mesma lei tem lados opostos e infiltração política na mente dos juízes. Vemos liminares como as que são contra a CBF sendo derrubadas com enorme rapidez, enquanto outras ficam congeladas nas gavetas. Então o juiz tem culpa sim na impunidade deste país, pois se ele não tivesse o poder de decidir e tivesse apenas que obedecer a vontade de advogados, não precisaríamos de magistrados!

Mas, voltando a caos gerado pela greve na Bahia, notamos coisas graves. Uma delas foi o comportamento da população. Os atos deixou claro que tem uma parcela que não comete crimes apenas por medo da lei e da polícia. E o que ficou claro é que sem lei e sem punição, as pessoas viram animalescas. Que coisa é essa? Pessoas saqueando lojas e matando! Isso é culpa da polícia ou da índole ruim das pessoas! Será que pessoas que se dizem cidadãos de bem, não poderiam viver em paz se não tivéssemos polícia? O que foi aquilo? Pareciam um monte de selvagens nas ruas!

Será que nossa civilização é mesmo um povo civilizado? Será que o brasileiro é apenas um povo do jeitinho ou é amplamente violento mesmo? Será que a alta criminalidade em nosso país é apenas culpa do sistema ou a natureza de nosso povo é que é altamente violenta? Por quê as pessoas num confronte entre policia e traficantes, ficam sempre do lado do bandido e passam a queimar ônibus e a depredar? Essas são perguntas atormentadoras que fazem com que não tenhamos fé num futuro melhor se nosso povo não mudar seus conceitos.

O STF decidiu que militar não tem direito a greve. Mas, não chegou a hora de valorizar nossas polícias? Será que o militar nesse país é uma ferramenta de segurança ou escravo? Por quê não criam um piso nacional e valorizam nossos policiais? Até quando a segurança pública tem que ficar nos ombros da polícia, enquanto o poder judiciário, MP e governos tem alta parcela de culpa nessa impunidade.

Esses eventos nos dão ainda mais consciência de que deixar os usuários de drogas como vítimas, foi o maior erro de nosso história, pois são eles os financiadores do tráfico. Esses eventos nos mostrou que quando o indivíduo perde o medo das autoridades e sentem que elas não podem puni-los, eles extrapolam e causam o terror!

A greve da Bahia também mostrou a máscara que tem nossos políticos brasileiros, pois o Governador Jaques Wagner, era um grande incentivador de greves, inclusive da PM, quando era deputado, mas, agora se mostrou incapaz de negociar e ainda agiu como se ele fosse "mocinho" e os policiais os vândalos da sociedade.

Ficou claro que temos um ministro da justiça despreparado, que age apenas como 'tapa-buraco' enviando a força nacional pra lá e pra cá, mas, sem jamais lutar pela solução dos problemas. Apenas agindo no imediatismo e não apresentando nenhuma proposta que melhore o sistema. Como no caso dos presídios, ele também se mostra incompetente no caso das polícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

Seguidores

Google+ Seguidores

Google+ Badge