Minha lista de blogs

terça-feira, 26 de abril de 2016

Crise em Queimadas Bahia: greve dos servidores públicos por salários atrasados chega a 15 dias sem previsão para acabar

Justiça obriga a Prefeitura de Queimadas a pagar os salários em dia | Foto: Reprodução/Notícias de Santaluz
Justiça obriga a Prefeitura de Queimadas a pagar os salários em dia | Foto: Reprodução/Notícias de Santaluz


Completando quinze dias nesta terça-feira (26), a greve dos funcionários públicos do município de Queimadas segue sem previsão para acabar. Os servidores cobram reajustes salariais, enquadramento por tempo de serviço e salários atrasados. A categoria está em greve desde o dia 11 de abril. No dia 18, a juíza Carla Santa Bárbara Vitório, da Comarca de Queimadas, concedeu uma decisão liminar que determina que a Prefeitura pague os salários dos servidores públicos municipais referente ao mês de março de 2016 em um prazo de 48 horas, a contar da intimação, sob pena do bloqueio de verba necessária para efetivação da medida, assim como, regularize os pagamentos dos meses subsequentes, até o quinto dia útil de cada mês, sob pena de arcar com uma multa diária no valor de R$ 1 mil. A decisão foi motivada por pedido de mandado de segurança coletivo impetrado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Queimadas, Nordestina e Monte Santo (Sinspmuq) contra a Prefeitura. Segundo informações do sindicato, os pagamentos precisam ser feitos até esta terça-feira. Caso contrário, as multas já podem ser aplicadas à administração pública.
Greve dos agentes de endemias chega a 22 dias e não há negociação
Em meio ao caos administrativo, a Prefeitura de Queimadas ainda enfrenta a paralisação dos agentes de endemias do município, que deflagraram greve por tempo indeterminado desde o dia 4 de abril. A categoria reivindica o cumprimento do acordo feito há cerca de um ano com o prefeito Tarcísio Pedreira (PR), que garantiu o pagamento do adicional de insalubridade.  Os agentes de endemias alegam que a prefeitura recebe normalmente o recurso do governo federal, mas não repassa aos servidores. Segundo o sindicato, a última vez que o governo conversou com a categoria foi no início da paralisação. 

Redação Notícias de Santaluz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

Seguidores

Google+ Seguidores

Google+ Badge